Adriana Duarte - Sentimentos Vivos

domingo, 17 de fevereiro de 2013

COMO SÃO SUAS MÃOS

Como São Suas Mãos?

Mãos que aplaudem
Muitas sensibilidades têm
Que o M de mulher contém
Da mãe que segura seu neném

Juntas elas imploram e rezam
Através de gestos nos xingam
Carinhosamente nos afagam
Num aperto amizades selam

Em uma despedida acenam 
Quando do regresso abraçam
Algumas muitas pedras atiram
Outras as belas flores recolhem

Santas os necessitados acolhem
Se forem más precisados repelem
Carinhosas sensivelmente acariciam
As maldosas brutalmente machucam

Quando são fechadas as poupanças aumentam
Se ficarem bem abertas as economias arrebentam
As que muito poupam juntam uma grande quantidade
Porem, as que gastam mais, têm de vida melhor qualidade!


( SÃO NASCIMENTO) 
Imagem: Cópia do Google

5 comentários:

  1. Olá, linda poesia Srta, quanta poesia ao segurar um filho, um nenem, abraços

    ResponderExcluir
  2. Witaj Adriana
    U ciebie jak zwykle piękny wiersz:) Piękne słowa jak matka trzyma na rękach swoje dziecko:)
    Miłego tygodnia

    ResponderExcluir
  3. LINDO Poema, fico também com a poesia das mãos que seguram o neném. Quero agradecer imensamente o carinho de seu comentário lá no blog. Fiquei super feliz.
    bjs.

    ResponderExcluir
  4. Oi Adriana!
    Saudades!!
    As mãos que aplaudem,e seguram o neném são as minhas preferidas.
    Muito fofo esse poema.
    Bjs \o/

    ResponderExcluir

DEIXE SEU COMENTÁRIO SUA PARTICIPAÇÃO É MUITO IMPORTANTE. ABRAÇOS ADIANA DUARTE.